loading

Show info
MM Arquitectos

Casa Johan

Particular – Vilankulo
550m2

Equipa Técnica
Maria Menezes
Matilde Burguete, Joana Botas

Obra Concluída
Junho 2016

Uma casa particular e anexos situados num terreno com um declive bastante íngreme com vista sobre as Ilhas do Arquipélago do Bazaruto.

Ver projecto completo

Projecto Anterior
Próximo Projecto

Casa Johan

Particular – Vilankulo
550m2

Equipa Técnica
Maria Menezes
Matilde Burguete, Joana Botas

Obra Concluída
Junho 2016

Uma casa particular e anexos situados num terreno com um declive bastante íngreme com vista sobre as Ilhas do Arquipélago do Bazaruto. A casa principal é composta por dois volumes perpendiculares que se cruzam e sobrepõem: um paralelo à baía, com dois pisos; e um perpendicular à mesma, com apenas um piso que acompanha o declive do terreno.

A casa é composta por linhas modernas e coberturas planas, materiais locais que fazem a distinção entre os vários volumes que a definem.

O volume superior – um bloco único e pesado – é revestido a pedra local e os seus vãos são como que concavidades “escavadas”. No interior realça-se uma “caixa” revestida a madeira que vem trazer conforto e equilibrar o aspecto frio do volume superior. O volume inferior anula-se, uma vez que se apresenta como algo muito transparente e com grandes envidraçados.

O volume perpendicular sobressai uma vez que se apresenta como um elemento rebocado a branco, forte e contido, que “fura” o volume social e sustenta o bloco de pedra. Este abre-se em pontos específicos, permitindo a contemplação da natureza.

Uma das grandes premissas da casa foi privilegiar sempre a vista para o mar, a exposição solar e o conforto térmico. Assim, todos os espaço distintos gozam de áreas de exterior, de varandas ou alpendres, confortáveis e sombreadas.

O desenho do jardim teve uma grande importância no desenrolar deste projecto. Um deck serve de percurso desde a entrada principal da casa até à piscina e solário. Porque o terreno em redor vai descendo, este deck evidencia-se como um miradouro com vista para o mar, e a piscina ocupa o extremo, parecendo infinita. Sob a varanda do piso superior criou-se uma área de refeições exteriores que se transforma num percurso de acesso aos quartos, acompanhando o declive.